ok
Parceria Fundo Amazônia e Fundação Banco do Brasil

Desde 2012, a Fundação Banco do Brasil e o Fundo Amazônia atuam em parceria em projetos que promovam o desenvolvimento de atividades produtivas, alinhados à conservação e ao uso sustentável do Bioma Amazônia.

 Os projetos conveniados visam ao beneficiamento e/ou a comercialização de produtos agroextrativistas e fortalecem iniciativas em redes de agroecologia, extrativismo e produção orgânica. Eles são direcionados à estruturação de atividades com agricultores familiares, assentados da reforma agrária, indígenas e extrativistas.

 No período de 2012 a 2014, foram conveniados 29 projetos distribuídos em sete estados, mais de 50 municípios, alcançando 17.182 participantes. Quatro desses projetos são voltados ao plantio de agroflorestas e estruturação de cadeias produtivas do pescado, da castanha do Brasil, cacau nativo, cumaru, e artesanato, manejadas pelos povos indígenas Ashaninka, Kashinawa, Kayapó, Gavião, Zoró e Cintalarga.

A reaplicação da tecnologia social PAIS beneficiou diretamente 315 famílias nos estados do Acre, Rondônia e Roraima, com a aquisição do sistema produtivo, prestação de assistência técnica agroecológica e capacitação para a gestão do empreendimento produtivo. 

Os dois projetos conveniados, em 2014, no âmbito do Edital Redes ECOFORTE são voltados ao fortalecimento e ampliação das redes de agroecologia e extrativismo.  Em 2015, foram contratados 10 projetos no âmbito do Edital ECOFORTE Extrativismo com organizações sociais representativas de povos e comunidades tradicionais beneficiários de Unidades de Conservação Federais de Uso Sustentável, para o fortalecimento das seguintes cadeias produtivas da sociobiodiversidade: açaí, castanha do Brasil, taperebá, bacaba, buriti, bacuri e cacau, borracha natural (látex), sementes oleaginosas, açaí, fibras vegetais, manejo florestal madeireiro e pesca manejada de pirarucu e tambaqui. Também serão investidos recursos para a estruturação de logística de transporte e feiras para comercialização de pescado.

 

Fundo Amazônia

O Fundo Amazônia tem por finalidade captar doações para investimentos não-reembolsáveis em ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e de promoção da conservação e do uso sustentável das florestas no Bioma Amazônia, nos termos do Decreto no 6.527, de 1º de agosto de 2008.

São apoiados projetos nas seguintes áreas:

·         Gestão de florestas públicas e áreas protegidas;

·         Controle, monitoramento e fiscalização ambiental;

·         Manejo florestal sustentável;

·         Atividades econômicas desenvolvidas a partir do uso sustentável da floresta;

·         Zoneamento ecológico e econômico, ordenamento territorial e regularização fundiária;

·         Conservação e uso sustentável da biodiversidade; e

·         Recuperação de áreas desmatadas.

  

Gestão

O Fundo Amazônia é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, que também se incumbe da captação de recursos, da contratação e do monitoramento dos projetos e ações apoiados.

O Fundo Amazônia conta com um Comitê Orientador - COFA, com a atribuição de determinar suas diretrizes e acompanhar os resultados obtidos; e com um Comitê Técnico - CTFA, , cujo papel é atestar os cálculos apresentados pelo Ministério do Meio Ambiente quanto às reduções efetivas de Emissões de Carbono Oriundas de Desmatamento na Amazônia.