Melhoria no Cultivo da Mandioca

19/10/11
Melhoria no Cultivo da Mandioca

O Brasil é um grande produtor mundial de mandioca. Todo ano são produzidos no país cerca de 25 milhões de toneladas de raízes. A agricultura familiar responde por mais de 85% dessa produção. Entretanto, na maioria das regiões há problemas de quantidade e qualidade na produção de mandioca por causa das variedades usadas e porque os produtores não se valem da tecnologia disponível. Como alternativa para amenizar esses problemas vem sendo aplicada na região Nordeste e no Cerrado do Brasil a metodologia
da pesquisa participativa com variedades de mandioca.
 
A metodologia da pesquisa participativa em melhoramento de mandioca foi
desenvolvida em meados de 1980 por pesquisadores do Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT) e da Cooperação Colombiana de Pesquisa Agropecuária (CORPOICA) e primeiramente testada a validada na Costa Atlântica da Colômbia. No Brasil, a metodologia foi primeiramente introduzida no Nordeste pela Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical em 1993.
 
Na região do Cerrado do Brasil Central, a metodologia com algumas modificações, começou a ser aplicada em 2003 pela Embrapa Cerrados. Nessa publicação, a Embrapa Cerrados, em parceria com a Fundação Banco do Brasil, apresenta a Seleção Participativa de Variedades de Mandioca na Agricultura Familiar, uma metodologia que pretende ajudar a difundir variedades melhoradas e tecnologias recomendadas para o cultivo da mandioca. (FONTE: EMBRAPA CERRADO)
 
Conheça as publicações:
 
 

 

  • Compartilhar:
Parceria BNDES-FBB