Terça, 23 Maio 2023 16:09

Educandos do projeto social Árvore da Vida visitam exposição OSGEMEOS em BH

Escrito por Gerência de Marketing e Comunicação
Avalie este item
(1 Votar)
Visita de jovens ao CCBB BH Visita de jovens ao CCBB BH AVSI

O Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte (CCBB BH) recebeu, no último dia 18, os educandos do projeto Árvore da Vida (Betim, MG). Os jovens do complexo Jardim Teresópolis estiveram no espaço para realizar uma visita guiada à exposição OSGEMEOS: Nossos Segredos, onde puderam conhecer a icônica trajetória da dupla através de sua arte.

As obras e a curadoria da exposição são assinadas pelos artistas brasileiros Gustavo e Otavio Pandolfo, Os Gêmeos. Aclamados na cena artística internacional, tendo seus graffitis como destaque, seus trabalhos percorreram países como Cuba, Chile, Estados Unidos, Alemanha, Itália, Espanha, Inglaterra e Japão. A exposição OSGEMEOS: Nossos Segredos conta de maneira lúdica a trajetória dos irmãos e, também, apresenta uma imersão ao seu universo criativo, Tritrez — onde tudo pode acontecer.

A viagem ao universo Tritrez inicia, logo de cara, com um inflável gigante que guarda o templo dos gêmeos. A obra chama a atenção de todos que passam pela exposição e foi a preferida de João Emanuel, de 12 anos, educando do Canto Coral e Formação Humana no Árvore da Vida. O jovem, que saiu fascinado com a mostra, falou sobre o que acredita ser uma desvalorização da arte, trazendo até mesmo uma autocrítica. “Vejo que pouca gente valoriza a arte. Acho que a gente tem que dar mais atenção para isso. Eu mesmo, antes de ir pro museu, achei que poderia ser chato, mas quando saí eu saí encantado. Adorei”, disse o educando do projeto.

Já para Mateus Marques, 12 anos, a exposição também trouxe a falta do irmão Lucas, que acabou não podendo ir à exposição. “Uma pena que meu irmão não pôde vir. Já pensou, os gêmeos na exposição dos gêmeos?”, lamentou o menino. Assim como os gêmeos Gustavo e Otavio Pandolfo, os gêmeos Marques também são artistas em formação, pois participam da Oficina de Desenho na instituição, ministrada por profissionais de design da Stellantis. Matheus, talvez por também ser um gêmeo, se interessou muito pela investigação dos grafiteiros sobre a questão das diferenças, “gostei muito de ver aquilo que eles estudaram por quatro anos, para entender o porquê das nossas diferenças e como pode ser difícil de lidar com isso”.

Hevellyn Cristina, de 14 anos, trouxe uma reflexão sobre as interpretações da arte e o papel da diferença, tão caro aos gêmeos. “Quando a gente olhava pras obras, a gente podia enxergar não só o que os artistas quiseram passar. A gente podia chegar em várias outras coisas diferentes, cada um tinha uma ideia diferente do que aconteceu, do que se tratava a obra”, disse a jovem que faz parte do Grupo de Espetáculos do Árvore da Vida — responsável pelas grandes apresentações do projeto. A educanda conta que esse tipo de experiência traz inspiração. “Como se tudo que a gente vivesse lá pudesse nos inspirar a contar uma nova história, como se entregasse para a gente uma nova realidade”, concluiu Evelyn, que disse que quer voltar outras vezes ao CCBB BH.

O projeto

O Árvore da Vida é um projeto executado pela AVSI Brasil, com o investimento social do grupo Stellantis e da Fundação Banco do Brasil. A iniciativa conta com oficinas de Canto Coral e Formação Humana para jovens do bairro Jardim Teresópolis (Betim, MG). Ainda, o projeto possui uma ala voltada ao fortalecimento comunitário, que inaugurou o primeiro coworking social de Betim e apoia diversos projetos de lideranças locais, com capacitação e financiamento.

Ler 60 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.